Conservação ou Preservação?
Estou lendo o livro "Introdução à Gestão do Meio Urbano", Yumi Yamawaki e Luciane Teresa Salvi. Tem um capítulo que trata das diferenças entre preservação e conservação do patrimônio natural. Segundo as autoras, ambientalistas norte-americanos começaram essa discussão no final do século XIX. Conservacionistas defendem que a utilização de área natural deve acontecer de forma […]

Estou lendo o livro "Introdução à Gestão do Meio Urbano", Yumi Yamawaki e Luciane Teresa Salvi. Tem um capítulo que trata das diferenças entre preservação e conservação do patrimônio natural. Segundo as autoras, ambientalistas norte-americanos começaram essa discussão no final do século XIX. Conservacionistas defendem que a utilização de área natural deve acontecer de forma consciente, sem colocar em risco sua dinâmica natural e seus atributos físicos.

Por outro lado, os preservacionistas defendem que áreas protegidas devem ficar inatctas, sem a presença humana. A divergência entre essas duas correntes permanecem. Um dos problemas enfrentados pelos órgãos ambientais é a permanência ou retirada da população que vive em áreas protegidas e que dali tiram seu sustento.

No meio urbano, essas áreas são consideradas patrimônio natural e vulneráveis graças à ocupação desordenada.

Mas é preciso transformar esses espaços, que podem ser grandes corredores verdes e com condições adequadas de habitação. Fácil fazer? Não é, mas é preciso começar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *