Podcast: Motoristas de aplicativo terão status de funcionários no Reino Unido
Em uma medida inédita do Uber, os seus mais de 70 mil motoristas no Reino Unido, até então autônomos como no resto do mundo, ganharão status de funcionários, com salário mínimo e férias remuneradas. A mudança foi feita após uma ampla consulta com seus motoristas e apenas um mês depois de uma derrota na Suprema […]

Em uma medida inédita do Uber, os seus mais de 70 mil motoristas no Reino Unido, até então autônomos como no resto do mundo, ganharão status de funcionários, com salário mínimo e férias remuneradas. A mudança foi feita após uma ampla consulta com seus motoristas e apenas um mês depois de uma derrota na Suprema Corte britânica, que decidiu que eles podem ser considerados “empregados”. As tarifas dos serviços devem aumentar no país, mas o Uber também deve absorver o aumento de custos. A mudança pode se replicar no resto da Europa, onde a empresa trabalha para replicar o modelo da Califórnia, ou seja, motoristas autônomos, mas que recebem compensações. Ouça a entrevista do jornalista Angelo Binder com o advogado Cristiano Baratto, especialista na área de direito empresarial e de transportes.

Ouça "#145 - Motoristas de aplicativo terão status de funcionários no Reino Unido" no Spreaker.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *