angelo_binder_vereador
Ciclista de 80 anos fica ferido em colisão contra moto na BR-277
A BR-277, que liga Curitiba ao litoral do Paraná, é o roteiro de trabalho, passeio e turismo de muitos ciclistas. No entanto, as situações de risco para quem pedala pela rodovia são constantes. Há imprudência de todos os modelos de transporte, não há dúvida. Mas hoje, enquanto eu escrevia uma reportagem para o portal Banda […]

A BR-277, que liga Curitiba ao litoral do Paraná, é o roteiro de trabalho, passeio e turismo de muitos ciclistas. No entanto, as situações de risco para quem pedala pela rodovia são constantes. Há imprudência de todos os modelos de transporte, não há dúvida. Mas hoje, enquanto eu escrevia uma reportagem para o portal Banda B onde trabalho, dois relatos colhidos pelo repórter Djalma Malaquias me chamaram atenção.

O primeiro foi a fala de um subtenente aposentado do Corpo de Bombeiros que ajudou no atendimento ao idoso de 80 anos que acabara de machucar após colidir a sua bicicleta contra o retrovisor de uma motocicleta.

Pois, na opinião dele, se a 277 tivesse ciclovia, a colisão grave poderia ter sido evitada.

O outro relato que me motivou a escrever aqui veio do médico-socorrista que disse que as bicicletas têm direito a usar as vias tanto quanto os outros tipos de veículos.

Leia a reportagem no Portal da Banda B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *